Fale conosco: (31) 3464-0765 ou 3412-5970

Rua Meyer, 102, Caiçara - Belo Horizonte Ver localização

Mar 11

Tratamento Homeopático de intoxicação por Chumbinho (ALDICARB) em cães e gatos

Tratamento Homeopático de intoxicação por Chumbinho (ALDICARB) em cães e gatos

Justificativa: o aldicarb, um agente anticolinesterásico carbamato, vulgarmente conhecido como “chumbinho”, é considerado um dos praguicidas mais tóxicos disponíveis comercialmente. É produzido na forma de pequenos grânulos pretos, com 15% do princípio ativo (Temik 150®). Casos de intoxicação correspondem a 14,3% dos casos de óbito em animais, sendo o “chumbinho” o agente responsável por 89% dos casos em cães e 94,4% em gatos. Geralmente, ocorre a mistura do produto com organofosforados, anticoagulantes, etc., agravando ainda mais o quadro e o tratamento.

Objetivo: o presente trabalho tem como objetivo demonstrar a rápida recuperação em casos de intoxicação por aldicarb em cães e gatos com a inclusão de Cuprum metallicum 30CH ao tratamento convencional.

Método: cinco cães e um gato foram atendidos com quadro de intoxicação por “chumbinho” e submetidos ao tratamento com Cuprum metallicum 30CH associado ao protocolo convencional (fluidoterapia, atropina, furosemida, oxigenioterapia, sedação, agentes adsorventes e eméticos) (Hansen, 1995; Gfeller & Messonnier, 2006), de acordo cada quadro clínico. Para a seleção do medicamento, foi realizada a repertorização com auxílio do RADAR®, considerando-se os principais sinais clínicos da intoxicação por aldicarb: Mente – excitação nervosa; sobressalto; Boca – salivação; Extremidades – convulsão; Tórax – hemorragia; congestão; edema pulmonar; Respiração – difícil; Reto – diarréia; Generalidades – contração espasmódica; congestão do sangue; tremor. Cuprum metallicum apresentou grande cobertura de sintomas e pontuação, sendo utilizado na dinamização 30CH em todos os animais na dose média de uma gota a cada 15 minutos nas primeiras horas e mais uma ou duas doses, após estabilização do quadro. Esta ocorreu em um período máximo de seis horas em todos os pacientes.

Resultados: todos os animais tratados se recuperaram e receberam alta hospitalar em um período médio de 24 horas.

Conclusão: o medicamento Cuprum metallicum 30CH mostrou-se eficaz como auxílio na rápida recuperação de todos os animais atendidos com quadro de intoxicação por aldicarb, no presente trabalho.

No comments yet.

Add a comment